SIDE READERS: CONVIDADOS INESPERADOS. (PARTE 2)

                                                                        Para ler a primeira parte da historia, clique AQUI.                                                

                                              “Em uma noite de neve na casa de inverno da família Masters, um intruso tenta entrar no quarto de Mel.

                                                       Ken entra em ação, usando suas habilidades refinadas de artes marciais para proteger sua família.”

 

CONVIDADOS INESPERADOS (PARTE 2)

 

Ken rapidamente subiu as escadas em direção de onde vinha o barulho.

Qualquer um que tenha conseguido passar pela segurança e estivesse tentando quebrar o momento da Familia Masters, não é um ladrão comum.

Ken colocou as costas contra a parede e seguiu pelo corredor. Aparentemente não havia nada lá. Mas Ken conseguiu fazer com que seus sentidos se adequassem a situação.

“Alí!”

Havia alguém na varanda fora da janela. Ken olhou e viu a sombra de duas pessoas, levemente iluminadas contra a neve.

“Há dois deles …  Um grande, e um pequeno.”

Ken percebeu que as duas sombras estavam indo para o quarto onde Mel estava dormindo. Seu coração bateu pesado em seu peito. – “Então eles estão atrás de Mel!” – O sangue dele começou a ferver – “Não vou deixá-los colocar um dedo no meu filho”. – Ele pulou pela janela.

Ken atravessou a janela com um som estrondoso, pousou na varanda e usou seu impulso para girar e chutar a figura sombria diante dele. O pé encontra a carne e o osso com um baque pesado. A figura sombria é enviada num voo rasante, aterrizando em cima da neve.

Já foi um.

Ken pousa e imediatamente chuta um pouco da neve. Ele se volta para a maior figura sombria, que ainda não reagiu ao que está acontecendo. Ken avança, seu punho cerrado em chamas, com o espírito da luta.

“Umph!”

Com uma respiração pontiaguda, Ken se posiciona para entregar um uppercut feroz. Ele levanta todo o seu corpo para cima, como um dragão esfaqueando os céus. Seu punho ardente se conecta limpa com o maxilar do intruso.

Lá se foi o segundo!

O movimento especial da marca registrada de Ken foi um pouco diferente desta vez. Ele foi alimentado não só com seu espírito de luta habitual, mas com tudo o que ele tem. Seu punho atingiu algo que se sentia mais como aço que carne, mas definitivamente era um golpe limpo e direto. O intruso se retirou da força do ataque. Contudo…

“O que?”

Os sentidos de batalha finamente afinados de Ken disseram que o inimigo ainda estava parado. Seu coração pulou uma batida, não por medo ou raiva, mas pela excitação de enfrentar um oponente forte.

“Vou levá-lo para baixo, não importa como!”

Ken sabia que não poderia parar agora. Ele agarrou o braço do adversário escalonado e baixou a postura em preparação para um arremesso. Naquele momento, uma voz:

“Whoa, whoa, whoa! Espere um minuto, Sr. Ken!”

Era uma voz que Ken tinha ouvido antes. A voz foi acompanhada por uma figura sombria que parou entre Ken e seu oponente – o que Ken havia atacado antes antes. Ken olhou mais de perto o rosto de seu oponente, e ficou surpreso com o que ele encontrou – uma lutadora feminina, usando uma máscara de olho. Alguém que cruzou o caminho de Ken muitas vezes antes, em sua vida como lutador.

“Huh? Você é Mika …!”

“Isso aí! Não, espera, quero dizer, não, eu não sou!” Mesmo que ela tendo apenas admitido sua identidade real, ela rapidamente gesticulou para seu traje. Ela usava uma túnica vermelha decorada com borlas e calções. “Eu não sou Mika! Eu sou uma fada da neve!”

“…O que?”

Ken ficou estupefato. As roupas de lado, era definitivamente Rainbow Mika. Então, se essa figura sombria fosse Mika …

“Então o grande cara aqui deve ser …”

Ken olhou para o adversário, que ele ainda segurava. O grande homem barbudo com a expressão feroz sorriu fracamente para Ken, ainda na posição de quase arremesso. Era um rosto que Ken tinha visto inúmeras vezes antes, um velho amigo que ele havia lutado muitas vezes no passado.

“Zangief!”

“Nyet!” Zangief, vestindo uma capa de pele de urso em volta do pescoço, sacudiu a cabeça. “Eu não sou Zangief. Eu sou o Ded Moroz!”

“O que?”

“Ded Moroz! Você conhece o velho no inverno, não é?”

“Pense nisso como o Papai Noel russo”, disse Mika, ou melhor, a fada da neve, discretamente.

Ken começou a obter uma imagem mais clara do que estava acontecendo – esses dois, completos em suas roupas festivas, queriam surpreender Mel com um presente. Ele suspirou com um longo suspiro. Com a tensão dissolvida, a surpresa de Ken virou-se para o aborrecimento.

“Sério, vocês dois. Esgueirando-se por aqui assim, você tem alguma idéia …” Ele reajustou seu controle sobre o braço de Zangief. “… quão perto você estava de ser atingido fortemente?”

Ken completou seu lance, jogando Zangief no alto do céu nevado.

“Whoa! Mestre Zangief!” Sem pensar, Mika saltou da varanda em busca. Ken balançou a cabeça com incredulidade e depois pulou. Ele não tinha nenhuma preocupado, já que sabia que precisaria muito mais do que isso ferir o ciclone russo.

“É um arremesso impressionante! Você tem bom espírito! Nós viemos trazer um presente ao seu filho. É o conjunto de iniciação do treinamento muscular!” Zangief disse, sorrindo enquanto espreitava na neve.

“Quero dizer, eu agradeço o gesto e tudo mais. Mas você não poderia simplesmente ter batido na porta?” Ken enrugou a testa. Zangief e Mika são lutadores experientes, mas superar a segurança não poderia ter sido fácil. “Como vocês entraram aqui?”

Mika respondeu: “Oh, é graças ao meu patrocinador. Ela nos deixou usar o helicóptero dele.”

Ela apontou para algo deslumbrante no céu.

Ken olhou para cima, protegendo os olhos com o antebraço. Um helicóptero furtivo pairava sobre o alto em completo silêncio. Foi pintado em cores brilhantes que o fez parecer um pedaço de doce embrulhado. A escotilha abriu, e alguém acenou de dentro.

“Desejo saudações sazonais, Senhor Masters”.

Karin Kanzuki, vestindo um vestido de festa. Ela é a jovem líder do Kanzuki Zaibatsu, um mega conglomerado que conseguiu superar até mesmo a Fundação Masters. Ela também é uma lutadora capaz e uma importante aliada na luta contra Shadaloo. Vendo o helicóptero furtivo, pintado como um pedaço de doce, era suficiente para dissolver qualquer sentimento de aborrecimento que Ken tinha deixado.

“Meu Deus. Que noite.”

Ken sorriu, levemente no início, e depois explodiu numa risada divertida.

Do primeiro andar, Eliza podia ver o grande homem fantasiado cair da varanda, seguido de Ken. Agora, ouvindo suas risadas e vendo o helicóptero de cores vivas no céu, Elisa percebeu o que estava acontecendo – os amigos de Ken vieram para dar um presente a Mel. Lágrimas de alívio brotaram em seus olhos.

Eliza olhou para o rosto sorridente do marido pela janela. É um sorriso que ela vê com frequência, quando ele está lutando com algum Street Fighter. Isso lembra o sorriso de uma criança despreocupada.

“Realmente… Tal pai, tal filho.”

AUTOR: Carlos “Wind” Dalben

FONTE: http://game.capcom.com/cfn/sfv/column/list/sidereaders

Aufsätze blindenschrift Webseite besuchen kinderbuch esterhazy